...Viver é querer ser feliz assim! A cada instante um novo motivo, cada por do sol um novo sorriso, cada amanhecer um brilho sem fim...



domingo, 30 de setembro de 2012

Quereres

[Foto extraída do google]


Quero o silêncio guardado
Quero a palavra não dita
Quero o sonho imaginado
Quero a hora bendita

Quero a metáfora da vida
Quero o símbolo e a beleza
Quero os vãos suspiros meus
Quero a vida e a singeleza

Quero o que muitos não vêem
Quero o ar quero o sertão
Quero a paz dos cemitérios
Quero o vento do tufão

Quero amor de plenitude
Quero a raiva e a paixão
Quero viver os contrários
Quero paz no coração

E assim eu vou querendo
Quereres que eu não sei
Onde queres Deus que eu viva
Onde queres Deus, tua Lei!


             Fran Sousa



4 comentários:

Mayra Borges disse...

Que lindo, como sempre né?

A vida não há de ser vida se não desejarmos as coisas, os contrários, e os não contrários. Parabéns, poema lindo lindo.

www.eraoutravezamor.blogspot.com

Fran Sousa disse...

Obrigada Mayra, também concordo precisamos desejar sempre algo novo.

Abraçosss

Marie Motta disse...

Suave e lindo, como sempre.
Fico boba como ornamenta as palavras. Eu não consigo isso sabe? Poema, prosa e poesia, não sair por nada.
Adoro vir aqui. Não tenho te visto no google + . Um ótimo finalzinho da semana.

Beijos

Fran Sousa disse...

Obrigada Marie, que bom que gostou srsr, volte sempre, será muito bem vinda.

Abraçossss